NOTÍCIAS
Compartilhar Imprimir

Futebol | 05/12/2017 | 14:12 | Por: Redação Esportiva - Manaus (AM)

Técnico do Naça Sub-18, Garanha, é citado em súmula por chutar cabeça e costa de jogador

Treinador foi “delatado” por assistente que presenciou os chutes e pontapés dado pelo comandante do Nacional-AM no atleta do Sul América

Técnico do Nacional foi citado na súmula (Foto: Reprodução)

A briga generalizada nos minutos finais da partida entre Nacional e Sul América, que deu o título de Campeão Amazonense Sub-18 para o Trem da Colina, após vitória por 2 a 0, no último sábado (02), continua dando o que falar.
 
Após as imagens do Redação Esportiva, gravadas pelo jornalista Anderson Silva, serem divulgadas, a súmula da partida apresentada pelo árbitro Ivan Guimarães Júnior evidenciou os principais envolvidos na partida. Entre eles, o treinador do Nacional Robson Garanha, citado por atingir o jogador Matheus Galvão com chutes e pontapés na cabeça e na costa.
 
>> Final do Amazonense Sub-18 termina com briga generalizada; veja o vídeo
 
“Apesar da minha imagem não presenciar o treinador chutando, podemos ver que ele (Garanha) de imediato saí correndo atrás dos jogadores do Sul América e ficando no meio da confusão. O que é errado. Era para ele apaziguar, não jogar gasolina no fogo. Ele e o banco de reservas do Nacional estavam bastante eufóricos durante a partida. Presenciei o segundo tempo de jogo, ao lado do banco de reservas do Nacional, e tanto o Garanha como os auxiliares, ao invés de incentivarem os garotos, estavam chamando palavrões e até humilhando os jogadores”, disse o jornalista Anderson Silva, lamentando o ocorrido. (Veja o vídeo do banco de reservas eufórico)
 
 

“Infelizmente essa confusão estava desenhada. Não tinha policiamento, não tinha ambulância, e com o banco do Nacional eufórico deu no que deu. Nada justifica as agressões que poderiam terminar em morte. Como diz um grande gestor de esportes do Brasil: A tropa é o espelho do seu comandante. Só espero que o TJD-AM (Tribunal de Justiça Desportiva) puna os atletas, dirigentes, treinadores e a Federação Amazonense de Futebol (FAF) e faça justiça. O que vimos é caso de polícia, de cadeia”, declarou. 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Email:

Seu email não será publicado
Mensagem:

© 2014 - 2016. Redação Esportiva. Todos os direitos reservados