COLUNAS

17/05/2017 | Por: Anderson Silva

Alguém traz um exorcista!

É penoso! Quando vimos o futebol entrar na era “2.0” com Arenas, sofisticações, dirigentes buscando se aprimorar... o nosso futebol – que não dá nem para chamar de nosso – insiste e persiste, acho que até gosta, de viver em polêmicas e em viradas de mesa.
 
O futebol amazonense beira uma espécie de pessoa possuída por maus espíritos. O Fast que o diga com a “praga da lavadeira”. Problemas de saúde se resolvem com um médico capacitado em que você confia em “entregar sua vida” nas mãos deste profissional. No caso, o futebol amazonense, parece gostar do ser negativo que o habita dentro de si, tanto dentro quanto fora de campo.
 
De um quase nos livramos... - “Decisão de Justiça se cumpre”.
 

Agora que venha um alguém – sabe se lá de onde - que possa tirar esse encosto que não deixa o futebol amazonense ter bons resultados e só decepciona o torcedor, o afastando dos estádios.  

© 2014 - 2016. Redação Esportiva. Todos os direitos reservados